Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Universidade São Judas lança pós-graduação em Cidades Inteligentes

Estudantes terão a oportunidade de aprender a resolver problemas antigos enfrentados nas grandes cidades

Vivemos em cidades que necessitam cada vez mais de políticas públicas e privadas com ações voltadas para projetos tecnológicos, humanos, inteligentes e sustentáveis para que seus habitantes desfrutem de uma melhor qualidade de vida. Dessa forma, a Universidade São Judas lançou recentemente a Pós-Graduação em Cidades Inteligentes para que profissionais e pessoas da sociedade civil possam se tornar os agentes das mudanças que elas querem e que a população das grandes cidades precisa. O curso foi pensado para auxiliar as grandes áreas urbanas nas mudanças que estão passando nos últimos anos.

Na Pós-Graduação em Cidades Inteligentes os alunos têm autonomia para ditar o ritmo de estudos de acordo com sua disponibilidade, nos dias e horários em que ele puder. Tudo isso porque o Ensino Híbrido mescla aulas em ambientes digitais com encontros presenciais. No primeiro momento os alunos recebem o material digital para estudar. Em seguida, professores e estudantes reúnem-se para discutir e dialogar sobre questões reais e atuais vivenciadas nas grandes cidades a fim de encontrar soluções para estes problemas.

O curso possibilita o uso de novas tecnologias como ferramentas para trabalhar projetos de grande impacto na sociedade, trazendo questões sobre sustentabilidade, meio ambiente, economia e desenvolvimento social. O aluno vai ter o olhar especializado para pensar em metodologias de gestão de projetos em âmbitos como segurança, mobilidade urbana, otimização dos espaços, entre outros. Aliar a Pós-Graduação ao Ensino Híbrido é uma forma de dar ao aluno o protagonismo de sua vida acadêmica e profissional onde ele pode trabalhar com um projeto de vida e carreira personalizado, atendendo às suas necessidades.

De acordo com a coordenadora da Pós-Graduação professora Ana Malvezzi, os alunos têm a oportunidade de pensar sobre os problemas enfrentados nas cidades brasileiras e pensar nas soluções para eles. “A pós-graduação em Cidades inteligentes vem justamente para ajudar na formatação da cidade do futuro. É preciso pensar em soluções integradas, unindo sustentabilidade e meio ambiente, engenharia, desenvolvimento social e econômico, para que os habitantes das grandes metrópoles possam otimizar tempo e espaço para aliar tudo isso com uma melhor qualidade de vida”, completa Malvezzi.

Para aluna da Pós-Graduação em Cidades Inteligentes, Geovanna Oliveira, o curso é uma oportunidade de melhorar a vida das pessoas. “O curso nos dá a oportunidade de analisar dados sobre a forma como a cidade se comporta. As populações dos grandes centros sofrem com a falta de mobilidade urbana, estrutura viária sobrecarregada, inundações em períodos de chuva, entre outros problemas. Essas são questões que podem ser resolvidas a partir da análise dos dados que vão determinar quais são as ações necessárias para tornar a vida da população mais fácil, segura e confortável.

 

Sobre a São Judas 

A São Judas é a segunda melhor universidade privada do estado de São Paulo, segundo o Ministério de Educação (MEC), com nota 4 de 5 no Índice Geral de Cursos (IGC). Com aproximadamente 37 mil alunos, 11 unidades localizadas na Capital e Grande São Paulo e mais de 80 cursos, a instituição combina qualidade e acessibilidade, tradição e inovação, com o uso de novas metodologias educacionais, laboratórios multidisciplinares de aprendizagem integrada e programas de desenvolvimento de competências socioemocionais. Além disso, o aluno aprende na prática desde o primeiro dia de aula.

Scroll Up