Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“Reforma administrativa é demanda urgente para Dourados sair do sufoco”, afirma Racib

O candidato à Prefeitura de Dourados Racib Harb, do Republicanos, promete reduzir o número de secretarias municipais caso seja eleito. Atualmente a gestão conta com 12 pastas. Para ele, uma reforma administrativa é demanda urgente do próximo gestor. Até o final do mandato ele pretende reduzir em 50% o número de secretarias.

A proposta embasa a missão de enxugamento da máquina pública, principal bandeira defendida pelo candidato.

“Adotaremos medidas austeras e propositivas para um novo modelo de organização administrativa na Prefeitura Dourados, modelo este que terá como metas efetivas de conformidade a redução do tamanho da máquina pública e a consequente diminuição do gasto público. Há que se destacar que se propõe a conformidade de um novo modelo de organização funcional para a gestão, a partir do qual se prevê um menor número de secretarias, entre seis e oito”, aponta o plano de governo do candidato.

Com a vitória do 10 em 15 de novembro, Racib quer realizar uma força-tarefa para reposicionar a administração pública. Isso inclui redução de custo para prestação de serviço, por meio de planejamento e ordenação estratégica; diminuição de cargos comissionados; revisão de todos os servidores contratados e convocados; revisão dos contratos assinados planejados, em andamento, finalizados e não pagos; além de auditar os contratos e a execução de todas as obras em andamento e entregues.

A estrutura de gestão proposta pelo republicano deverá contemplar:

Secretaria de Gestão Pública Governamental e Inovação: responsável pelas atividades ligadas ao Gabinete do Prefeito, com a estrutura de Administração (pessoal e patrimonial) e com a integração efetiva da estrutura administrativa geral além de incorporar novas tecnologias de informação para a eficiência, eficácia e efetividade da prestação dos serviços, bem como a criação de um pátio digital moderno para a interação com o cidadão através das mídias sociais.

Secretaria de Gestão Orçamentária e Fazenda: responsável por fazer toda a licitação com novo modelo de protocolos de segurança e a ordenação de despesas das demais secretaria, auxiliando os gestores das pastas no dia a dia com o real orçamento disponível para utilização e orientações de planejamentos para a incumbência de propor a LDO (2021) – Lei de Diretrizes Orçamentárias, o Orçamento Geral do Município, com foco principal na elaboração do novo PPA – Plano Plurianual que deve seguir a risca nos próximos anos.

Secretaria de Saúde, Bem Estar e Qualidade de Vida: responsável por propor um novo Sistema Inteligente de Saúde – SIS, com adoção da telemedicina para o atendimento primária da saúde básica. O setor também deverá buscar estratégias de expansão da cobertura em saúde nas casas e atrair novos investimentos, como uma nova UPA para região oeste.

Secretaria de Ensino, Aprendizado, Educação, Cultura e Desportos: ficará incumbida de gerir a estruturas educacionais do município além de promover uma completa reformulação na grade com adoção de novas disciplinas como Educação Sanitária e Ética Moral e Cívica, Educação Domiciliar (Homeschooling) e se adaptar às novas tendências do ensino virtual.

Secretaria de Planejamento, Obras e Infraestrutura: deverá incorporar a atual SEMSUR (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos) ficando responsável pelo zelo dos espaços urbano e rural, cabendo à estas funções importantes como a limpeza pública, a zeladoria pela iluminação pública, a recuperação e a melhoria da malha viária urbana e a manutenção e a recuperação das estradas vicinais do município bem como gerenciar uma nova diretoria especial para elaboração de projetos em obras públicas com planejamento a curto, médio e longo prazo.

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Estratégico: terá a incumbência de montar a fazer funcionar a Agência Local Desenvolvimento Estratégico, com forte atuação também nos programas locais de empreendedorismo, economia criativa e desenvolvimento de negócios de suma importância para o desenvolvimento econômico do município de Dourados.

Secretaria de Assistência Familiar, da Mulher e Bem-Estar Social: será responsável para dirigir e fiscalizar a aplicação de recursos provenientes de convênios destinados à Promoção e Assistência Social para promover e estimular medidas para ampliar o mercado de trabalho em parceria com a Secretaria Desenvolvimento Econômico.

A gestão das pastas com viés técnico, e não político como normalmente ocorre, será também um compromisso de Racib. Ele garante não fazer “negociatas” usando a estrutura pública de Dourados.

“Foi nessa pedra que as administrações anteriores tropeçaram. É nessa mesma que alguns adversários vão acabar caindo, caso sejam eleitos. Por isso é importante que a população se atente a esse detalhe. Gestão política nas secretarias não é mudança. Mudança de verdade é gestão técnica. Eu preciso de pessoas que estejam ali para aplicar seus conhecimentos funcionais em prol a população, não seus interesses partidários”, afirmou Racib.

Scroll Up