Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

General do Exército e economista devem compor equipe de transição, revela Racib em live

O candidato Racib Harb (Republicanos), que disputa a sucessão de Délia Razuk (sem partido) nas eleições deste ano, anunciou em live pelo Facebook na noite de ontem (03/11) que terá em sua equipe de transição, caso seja eleito, o economista Carlos Vitoratti e o general Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho, ex-comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

Ambos já teriam confirmado a disponibilidade ao candidato para auxiliar na transição do poder. Racib destacou ainda que a equipe da troca de prefeito deve refletir o time de secretários. Se eleito, o republicano promete a formação de um time técnico, selecionado ‘a dedo’ e não por indicação de políticos e partidos, como ocorreu em mandatos passados.

“Vitoratti me ajudou na elaboração do plano de governo, é um economista renomado e tem condições de propor muito para o desenvolvimento da cidade. Não imagino meu mandato sem um economista desse calibre”, comentou Racib.

Sobre o general Lourenço William, Racib diz que a experiência militar e as passagens por setores de planejamento e estratégia no Exército Brasileiro, podem garantir uma estrutura importante para o governo municipal.

“Precisamos ter perto de nós pessoas de conduta ilibada, com perfil técnico qualificado e muita vontade de resolver os problemas da cidade. Pessoas que não estão ligadas a partidos, livre de amarras políticas. Seremos gestores de um futuro próspero para nossa Dourados”, afirma o candidato.

Outros nomes de vários segmentos também estão demonstrando interesse em contribuir com a gestão local através do mandato de Racib. A divulgação pode ocorrer ainda durante a campanha, que termina no dia 14/11.

Dourados não tem segundo turno, elegendo prefeito e os 19 vereadores no dia 15.

Uma importante novidade é que, neste ano, o tempo de votação foi ampliado em uma hora e começará mais cedo: o horário será das 7h às 17h. Porém, o horário das 7h às 10h é preferencial para maiores de 60 anos. Os demais eleitores não serão proibidos de votar neste horário, mas devem, se possível, comparecer a partir das 10h, respeitando a preferência.

Para garantir maior segurança ao eleitor, nos locais de votação, o uso de máscara será obrigatório, e o eleitor será orientado a manter uma distância mínima de um metro de outras pessoas e evitar qualquer contato físico. Não será permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija a retirada da máscara.

Scroll Up