Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Compartilhar no facebook
Facebook

Comitê Popular lança campanha para arrecadação de alimentos em Dourados

Comitê Popular lança campanha para arrecadação de alimentos em Dourados

O grupo está criando várias iniciativas para ajudar pessoas durante a pandemia de coronavírus

O Comitê de Defesa Popular de Dourados lançou nesta segunda-feira (30) uma campanha de arrecadação de alimentos como uma das iniciativas para ajudar pessoas durante a pandemia de COVID19. O lema é “Solidariedade e luta para enfrentar o Coronavírus”.

A colaboração pode ser por meio de uma “vaquinha on-line”, com qualquer valor a partir de R$ 10, com meta para arrecadação de R$ 4 mil, equivalente a 50 cestas básicas de R$ 80. Basta acessar o link e seguir as orientações: apoia.se/solidariedadeeluta. Além disso, há um ponto fixo para doação direta de alimentos durante os dias 01, 02 e 03 de abril, das 8h às 11h e das 13h às 17h na sede da ADUFDourados (rua Passo Fundo, número 290 – Jardim Universitário).

O grupo propõe ainda uma ação mais voltada à defesa da Soberania Alimentar, pautada na preservação da vida, nos valores de solidariedade e ajuda mútua entre os diferentes segmentos da classe trabalhadora e na promoção da autonomia e da auto-organização como saída à crise econômica, política, social e sanitária. O conceito adotado por movimentos populares evidencia atividades solidárias e não competitivas na construção de um modelo alternativo de produção e distribuição de alimentos.

Segundo a organização, a desinformação e a falta de medidas concretas por parte dos Poderes Públicos no enfrentamento da propagação do COVID-19 aumentam a vulnerabilidade de diversos segmentos da população durante o fechamento das atividades econômicas e esse seria o momento de estreitar os laços com as comunidades que se organizam para produzir alimentos saudáveis em pequena escala para fornecer a população urbana, através de uma dinâmica que respeita o ser humano e o meio ambiente com práticas agroecológicas e com recursos disponíveis na localidade.

Em curto prazo, além da campanha de arrecadação e de soberania alimentar, o Comitê propõe a imediata liberação de recursos públicos para a distribuição de uma renda básica que cubra dignamente as necessidades alimentares de todas as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade.

Em médio prazo, deverão ser realizados debates com a comunidade acadêmica e com a população de Dourados para mostrar as contradições dos governos durante a crise e a necessidade de um plano de soberania alimentar, conscientizando juntamente com os movimentos do campo e trabalhadores da cidade sobre hortas comunitárias urbanas em terrenos baldios, apoiando ainda iniciativas de troca de sementes e produção de alimentos saudáveis de comunidades locais.

Em longo prazo, o fortalecimento de alianças com os movimentos camponeses para favorecer a recomposição de circuitos de produção e distribuição local de alimentos saudáveis para atingir setores mais vulneráveis da população e a colaboração com projetos comunitários que trabalhem em prol da soberania alimentar.

Faça sua doação: apoia.se/solidariedadeeluta

Copyright 2009/2019 ©Midiaflex Todos os Direitos Reservados

Scroll Up