Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Associação Médica de Mato Grosso do Sul faz alerta sobre alta dos casos de covid-19

O Brasil está há meses vivendo a pandemia do coronavírus e nas últimas semanas os números caíram. Consequentemente as medidas restritivas foram relaxadas e a população começou a retomar velhos hábitos que são um risco à contaminação.

Por isso, a Associação Médica de Mato Grosso do Sul faz um alerta! “Tivemos grande progresso no combate ao coronavírus, mas não podemos descuidar. Os casos já voltaram a subir e não queremos viver uma segunda onda como em outros países”, alerta a presidente, Dra. Maria José Martins Maldonado.

Atualmente, Mato Grosso do Sul, tem mais de 88 mil casos, com mais de 1600 mortes. A AMMS também gostaria de reforçar o apelo feito pela Unimed Campo Grande, que emitiu uma nota informando, que até o dia 16 de novembro, realizou 2090 atendimentos no Pronto Atendimento de Síndrome Respiratória, uma ala totalmente separada das demais para atender casos da Covid-19. O número é maior do que foi registrado em todo mês de outubro.

“Precisamos do apoio da população em continuar se prevenindo e evitando aglomerações. Todos nós dependemos dessa conscientização e temos que nos cuidar, pois ainda não há uma vacina disponível”, finalizou a Dra. Maria José.

Mais 854 pessoas testaram positivo para a Covid-19 em Mato Grosso do Sul nas últimas 24 horas. Os números constam no boletim epidemiológico da doença divulgado nesta terça-feira (17) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Em todo o Estado, 254 pessoas seguem internadas em hospitais públicos e privados por causa de complicações relacionadas à doença.

Não é só a rede privada que sente o aumento de casos, o Hospital Regional também. Das 50 vagas intensivas para covid, todas estão ocupadas, com mais 5 pacientes aguardando transferência para outras unidades de saúde, totalizando 55 pessoas em estado grave.

De acordo com a diretora do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), Rosana Leite de Melo, na semana passada ocorreu um “boom” de internações em UTI nos hospitais privados e desde ontem, o Regional já sentiu aumento.

“Essa luta é de todos! Não podemos por a perder tudo o que conseguimos no enfrentamento ao coronavírus”, alerta a presidente da AMMS, Dra. Maria José.

Scroll Up