Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Vereadores da Câmara de Dourados discutem projeto para alteração no perímetro urbano dos distritos
O secretário apresentou as mudanças que poderão ser realizadas nos distritos, apontando que alguns pontos não sofrerão adequações severas, apenas pequenos ajustes, como é o caso de Panambi. Porém há ocasiões, como é o caso da Vila São Pelo e Vila Vargas, onde as circunscrições sofrerão grandes readequações.


 



A Câmara de Dourados recebeu, durante pré-pauta desta terça-feira (12), o secretário municipal de Planejamento, Carlos Dobes, que discutiu sobre as alterações dos perímetros urbanos de todos os distritos do município de Dourados.  A proposta visa ampliar, adequar e corrigir as circunscrições das regiões.



O secretário apresentou as mudanças que poderão ser realizadas nos distritos, apontando que alguns pontos não sofrerão adequações severas, apenas pequenos ajustes, como é o caso de Panambi. Porém há ocasiões, como é o caso da Vila São Pelo e Vila Vargas, onde as circunscrições sofrerão grandes readequações.



“Nós analisamos de acordo com o desenvolvimento do município que ocorreu e também ao que ocorrerá, com isso nós conseguimos aumentar a delimitação da área urbana do município”, explicou o secretário.



Os vereadores questionaram sobre os pontos onde não há área urbana, apenas rural, mas que foram aglomeradas durante a nova proposta, e se o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) será cobrado destes locais. Dobes apontou que o imposto será cobrado apenas das áreas urbanas e que o aumento visou o possível crescimento da região.



“O projeto é simples, somente readequar as áreas urbanas dos distritos”, complementou o secretário. O vice-presidente da Casa de Leis, Sergio Nogueira (PSDB), agradeceu os esclarecimentos prestados.



“Ficamos muito satisfeitos com os esclarecimentos trazidos até nós, pois nós pudemos entender o que será feito a partir deste projeto de readequação do perímetro dos distritos, assim podemos discutir com maior propriedade e escolher o melhor para a população”, finalizou o vice-presidente


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
Com tantos candidatos, há a tendência de os eleitores — porque a mídia eletrônica, rádio e TV, priorizam as candidaturas majoritárias, de presidente, governadores e senadores — desprezarem o pleito proporcional, aquele que elege os deputados, federais e estaduais.
Publicidade
Foto Materia
O Brasil passa por grandes problemas políticos, econômicos e sociais, como nunca se viu em toda sua história.
Publicidade