Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Toyota Material Handling aposta no Brasil com tecnologias TOTVS
...


 



Companhia estrutura um grande projeto tecnológico para fortalecer a sua atuação no país e se preparar para a retomada da economia nacional



 A Toyota Industries Corporation (TICO), por meio da sua unidade de negócios, Toyota Material Handling Mercosur (TMHM), decidiu apostar no Brasil e planejou uma nova fase, de reorganização interna, para se preparar para a retomada da economia brasileira. A companhia japonesa estruturou um importante projeto de virada tecnológica, que suportará uma operação integrada e com maior eficiência de processos. O Grupo é líder mundial no segmento em que atua - desenvolvimento, produção, venda e prestação de serviços de veículos industriais de elevação/ empilhadeiras - e está focado em conquistar essa posição, também, nacionalmente.



A TMHM entendeu que o seu desafio de negócios precisava passar pela inovação tecnológica e procurou por uma fornecedora robusta, capaz de atender a uma empresa do seu porte, com soluções integradas e flexíveis. Após um longo período de avaliações, a TOTVS venceu a RFP, como parceira mais aderente ao modelo e necessidades da Toyota. Serão implementados o software de gestão e diversos módulos complementares para apoiar todo o backoffice e suporte da companhia, além da área de produção, com uma fábrica dimensionada para manufaturar de 18 a 20 empilhadeiras por dia. Ao todo, são 300 acessos, 200 na parte organizacional e os demais para a unidade fabril. O Go Live está previsto para janeiro de 2018, com mais seis meses de acompanhamento da TOTVS.



O objetivo é garantir uma operação mais enxuta e eficiente, com aumento de produtividade e realocação de talentos humanos para funções analíticas, com menos retrabalho. As melhores práticas foram importadas do novo software e a expectativa é, de forma geral, de uma economia 15% a 20% em todas as áreas de backoffice, em função das melhorias geradas para as atividades. O resultado é um ROI de projeto estimado em até três anos e meio.



A companhia não utilizava um ERP de mercado, mas um conjunto de aplicações legadas do Japão, que não eram totalmente integradas, o que tornava a mensuração de resultados uma atividade mais morosa e delicada, ainda mais para reportar as informações financeiras à matriz. Além disso, era custoso e difícil ter equipe técnica para suportar os sistemas e, principalmente, conseguir mantê-los atualizados do ponto de vista fiscal. Quesito este que foi decisivo na escolha pela TOTVS, pois o módulo fiscal da companhia se destacou por ser o mais aderente à legislação brasileira.



“Diferentemente de outras empresas multinacionais, que retiraram a sua operação do Brasil neste período de oscilação econômica, a Toyota continua apostando no país. Além de ser uma das poucas plantas mundiais de produção de empilhadeiras (fábrica construída no final de 2013, que teve investimento de mais de R$ 100 milhões), emprestamos da cultura e filosofia japonesas a paciência oriental para avaliarmos o momento atual e nos fortalecermos para o futuro, nem tão distante assim”, comenta Kalil Petermann Choueiri, IT Manager da Toyota Material Handling Mercosur.



O projeto



Antes da assinatura de contrato, a TOTVS fez uma avaliação aprofundada sobre todos os processos existentes na TMHM, se apropriando do “Toyota Way” (conjunto de valores e cultura internos) para desenvolver um projeto certeiro e sem erros. Com a operação inteiramente revisada, definiu-se pela implementação do ERP e dos módulos complementares: vendas, faturamento, compras, estoque, recebimento, controle de qualidade, GFE – gestão de frete embarcador-, manutenção, fluxo de caixa, aplicações e empréstimos, contábil e fiscal, controle de frotas, produção, custos e engenharia, manutenção industrial, gestão de contratos e formação de preço de venda.



Para a parte fabril, que vem para complementar os processos já definidos pela matriz japonesa, os destaques são o módulo de qualidade, para análise de defeitos de produção, e a otimização da estrutura logística de recebimento de materiais nacionais e importados. “Um projeto tecnológico do porte do que estamos conduzindo na Toyota reflete em benefícios diretos para toda a operação. Com o novo sistema, conseguiremos, por exemplo, fazer a gestão dos materiais nacionalizados, de forma a complementar os sistemas globais da s. Além disso, atualizamos o nosso processo de conferência, que passa a ser 100% automatizado, o que proporcionou ganhos de performance significativos para a produção”, detalha Kalil Petermann Choueiri.



O executivo enfatiza ainda que o sucesso de um projeto tão desafiador só está sendo possível graças à forte colaboração e do trabalho conjunto das equipes de TI da Toyota Material Handling Mercosur e de implantação da TOTVS, além de outros diversos departamentos da TMHM e seu corpo diretivo.



A Toyota ainda usará o fluig, plataforma de digitalização de negócios da TOTVS, que vai garantir uma série de recursos em uma única interface. Com a funcionalidade de workflow, por exemplo, a companhia definiu fluxos de aprovação por hierarquização, de forma organizada e registrada. O fluig também será utilizado para a gestão eletrônica de documentos (GED) em diversos setores na Toyota, como o jurídico e o RH, além de já armazenar todo o projeto tecnológico que está em andamento. Ainda está previsto o uso da TOTVS Smart Analytics, solução de Business Analytics desenvolvida em parceria com a GoodData, para análises gerenciais.



“Estamos na última fase de um projeto grandioso e complexo, que engloba diferentes verticais e áreas de atuação da TMHM. Agora partimos para simulações isoladas, para garantir que o Go Live seja estável e seguro. Conquistamos essa tranquilidade com esforço conjunto das equipes da TOTVS e da Toyota, que se engajaram pelo sucesso dessa parceria”, finaliza Angela Gheller Telles, diretora dos Segmentos de Manufatura e Logística da TOTVS.



Sobre a TOTVS



Provedora de soluções de negócios para empresas de todos os portes, atua com softwares de gestão, plataformas de produtividade e colaboração, hardware e consultoria, com liderança absoluta no mercado SMB na América Latina. Com mais de 50% de marketshare no Brasil, ocupa a 20ª posição de marca mais valiosa do país no ranking da Interbrand. A TOTVS está presente em 41 países com uma receita líquida de mais de R$ 2 bilhões. No Brasil, conta com 15 filiais, 52 franquias, 5 mil canais de distribuição e 10 centros de desenvolvimento. No exterior, conta com mais 7 filiais e 5 centros de desenvolvimento (Estados Unidos, México, China e Taiwan). Para mais informações, acesse o website www.totvs.com.


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
A emenda, incluída no orçamento de 2017, será liberada no início do ano que vem e a prefeita acredita que através de verbas como essa, muitas melhorias poderão ser implementadas, já que Dourados é referência regional também...
Publicidade
Foto Materia
O empresário Cláudio Sertão, presidente do diretório regional do Podemos, deverá sair candidato ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2018.
Publicidade